Pensamentos Livres

Esta é a minha verdade!

Uma pequena introdução

Há tempos penso em iniciar um blog com um formato totalmente livre. Um blog em que eu escrevesse sobre tudo aquilo que me desse vontade, sem seguir um padrão temático. Este não é, de forma alguma, meu primeiro blog. Posso dizer que sou um blogueiro experiente, mas sou falho no que diz respeito à regularidade de minhas postagens. Espero corrigir essa falha com este que será meu primeiro blog em formato totalmente livre. Este texto pretende ser uma introdução ao conteúdo que poderá ser encontrado no blog ao longo de minhas postagens. Expresso aqui um pouco a respeito de minhas posições, o que naturalmente dá um bom panorama daquilo que se pode esperar que seja escrito por mim. Enfim… Sem mais delongas, vamos direto ao assunto.

Antes de qualquer coisa, quero deixar claro de imediato algumas de minhas posições, crenças e ideologias: sou ateu, cético racional, excessivamente crítico porém sensato (por vezes mais crítico do que sensato), anarquista, feminista, simpatizante dos direitos e liberdade dos homossexuais, bem como de toda e qualquer liberdade relacionado a sexualidade de cada indivíduo, adepto do RLi (Relações Livres; para saber mais sobre o assunto, acesse o blog Rede Relações Livres, que possui muito material); sou a favor da legalização e também da prática do aborto (com ressalvas: aborto com no máximo 3 meses de gestação), defensor apaixonado da Teoria da Evolução, e acredito que quando se fala em vida, em ser vivo, fala-se em complexos moleculares capazes de se reproduzir e fazer uso de algum tipo composto orgânico para se “alimentar”. Também tenho meus gostos por futilidades, como videogames, futebol, e outras não fúteis mas também não cientificamente relevantes, como música, filmes e artes em geral. Ah, claro, como poderia me esquecer: sou um nerd assumido, apaixonado por ficção científica, RPG, e basicamente tudo o que envolve o universo nerd (mas não conheço tudo o que é considerado “obrigatório” para o repertório do “verdadeiro” nerd, e rejeito totalmente o estereotipamento do nerd que fez desse uma nova tendência, uma modinha cretina como tantas outras).

Está claro que minhas posições e crenças são consideradas polêmicas pela mente conservadora, moralista, machista, homofóbica, e etc. Nesse caso, se você se enquadra em qualquer um desses parâmetros, está convidado a manter-se longe do meu blog. Sou totalmente favorável às críticas construtivas, à liberdade de expressão, de crenças, de pensamentos e da discordância. Não concordar com qualquer coisa que se lê é saudável e uma prática muito construtiva. Mas não suporto fanatismo e fundamentalismo; não gosto de mentes limitadas que ficam insatisfeitas quando outras mentes não se limitam a um universo do tamanho de uma cabeça de agulha. Portanto, se tem alguma crítica construtiva a fazer sobre qualquer coisa que eu escrever aqui, o espaço nos comentários está aberto, bem como meu e-mail que está disponível na página “Sobre o autor”. Se, por outro lado, você é uma das mentes limitadas, sem qualquer capacidade de argumentar, sente-se ofendido quando alguém questiona a existência do seu deus, ou expressa uma opinião que vai contra a dita “moral dos bons costumes”, acredite: esse não é um lugar para você. Toda e qualquer postagem racista, preconceituosa, homofóbica, machista, com caráter puramente ofensivo e não argumentativo, será prontamente deletado dos comentários sem qualquer pudor.

Basicamente é isso que tinha para dizer nessa introdução. Espero não ter deixado nenhum detalhe escapar, mas se acaso isso ocorreu será devidamente acrescentado em postagens futuras; e se houver algo que considere digno de mudanças no que diz respeito a meus posicionamentos, ideologias e crenças, serão devidamente retificados. Não tenho medo ou vergonha de mudar de ideia, afinal, quem não muda não evolui, não aprende, não se modifica; e quem não se modifica, se cristaliza e torna-se uma mente estagnada e desinteressante, algo que espero passar longe de vir a ser.

Anúncios

9 Respostas para “Uma pequena introdução

  1. Thay 23 de junho de 2012 às 19:52

    Isso ae, Filô!
    Mandou bem na apresentação de suas características, seus pensamentos.
    Força ai…

  2. Maxx Garcia 23 de junho de 2012 às 20:03

    Querido Gustavo, parabéns pela iniciava. Acompanha-lo-ei nessa empreitada e espero que os diálogos mantenham-se sempre pertinentes e impertinentes – visto o carater idealista do blog – pois nada melhor que uma “dialética escrita” para construir algo bom, um abraço e sucesso.

    Maxx Garcia

  3. Monique 24 de junho de 2012 às 00:36

    Gosto assim, quando o blog começa vestindo a carapuça da parcialidade logo na apresentação 🙂
    Ansiosa pelos seus textos.

  4. Paulo Murilo Oshiro 24 de junho de 2012 às 01:36

    Taí uma idéia genial que, se bobear, algum dia copio de ti. ‘-‘
    O blog surgiu justamente com essa idéia, de compartilharmos com o mundo aqueles pensamentos que nos assaltam de repente, ou aquelas idéias que nos acompanham por um longo tempo, sem estar, necessariamente, em uma situação temática.
    Enfim, que venham os textos e etc. Aí sim vai ter mais debate, flood e etc. 😛
    E vê se quando for falar das relações livres não ofende quem opta pelo monogamismo. ‘-‘ Já cansei de ler quem defende esse tipo de relação criticando quem opta (e não falo, aqui, daqueles que o seguem por pura imposição social, mas sim de uma verdadeira opção: livre e consciente), como, aliás, é comum ocorrer com quem defende uma postura dissoante da moral social.
    Enfim, deixarei pra debater esses papos quando a hora chegar. 😀

    PS: Sei não, mas acho que agora que sei que tu se interessa por umas paradas assim, seria BEM mais interessante bater papo de bêbado de madrugada. Precisávamos reunir o Gui, Marcelo, Thi e etc. e encarar uma dessas qualquer dia.

  5. Girol 24 de junho de 2012 às 01:43

    Gu, te acompanho há mais de 10 anos e tenho a honra de te chamar de amigo. Espero que consiga organizar sua mente e espírito com esse espaço (me ajuda pacas quando o faço!).

    Um grande abraço e sucesso!

  6. Danilo 24 de junho de 2012 às 15:45

    Gostei da proposta, te desejo inspiração e criatividade.

    Um abraço!

  7. Alberto José Moschin Júnior 24 de junho de 2012 às 23:30

    Grande Lord! Lembro-me do dia em que te conheci e a paixão com que falavas sobre pensamentos e atitudes humanas. Inesquecível e admirável é sua eloquência (chego a sentir um pouco de inveja….uashuahsuahsu). Parabéns pela clareza e posicionamento descrito na tua introdução. Espero poder acrescentar algo ao seu blog quando eu for fazer algum comentário. Façamos do espaço não um monólogo, como ocorre com muitos, mas um diálogo. Abraços!

  8. Lady Sixties 17 de julho de 2012 às 16:06

    Hey, Lord! Gostei de saber que você “re-entrou” no mundo do blogger, mas dessa vez para fazer um blog autenticamente seu literalmente! É isso mesmo! É muito bom se expressar mesmo e conhecer gente que pensa igual a você. Mas cuidado com o que vai escrever… Isso pode dar um problema! rs

    bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: